Nos dias atuais, existe uma infinidade de tratamentos estéticos para melhorar a beleza das mulheres (e dos homens também!) e corrigir aquelas marcas de nascença ou as marcas da idade. As mais famosas são chamadas massagens modeladoras e drenagens linfáticas, que prometem a redução de medidas e a eliminação de estrias.

Porém, frequentemente encontramos depoimentos de pessoas que realizaram esses procedimentos e notaram o aparecimento de hematomas. Afinal, é normal o aparecimento de marcas roxas após procedimentos estéticos?

Como já vimos em outros posts do Blog Fuja do Roxo, o hematoma é ocasionado pelo rompimento dos vasos sanguíneos, que são absorvidos pelos tecidos da pele causando inflamação e a mancha roxa característica1.

Quando o hematoma aparece após um procedimento estético, isso significa que a massagem ou tratamento foi intenso demais e causou uma lesão no local de aplicação2. A massagem deve atuar somente na parte mais externa da pele, não sendo necessário ultrapassar a camada de gordura. O surgimento do hematoma é sinal que a massagem atingiu as regiões mais profundas, o que mostra que o procedimento talvez não esteja sendo muito eficiente2.

Também fique atento a dores após o tratamento: é normal que a região fique dolorida, porém dores em excesso significam que foi aplicada muita pressão sobre a região. Hematomas mostram que houve perda de oxigenação na área de aplicação, exatamente o contrário que os procedimentos estéticos buscam.3

Portanto, sempre que fizer um tratamento estético, fique atento a marcas e dores após o procedimento: talvez a clínica ou o profissional não sejam os mais adequados para o tratamento.

 

Referências bibliográficas:

1.https://www.hirudoid.com.br/hematomas/o-que-sao-hematomas/  Acessado em 25/05/2015

2.http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2014/03/entretenimento/revista_ag/1482950-mitos-e-verdades-sobre-os-tratamentos-esteticos.html – Acessado em 25/05/2015

3. http://www.minhavida.com.br/beleza/tudo-sobre/17280-massagem-modeladora-melhora-circulacao-e-aspecto-do-corpo – Acessado em 25/05/2015